Lançamento da Campanha Dia C 2018 tem como tema a Responsabilidade Social

Foi dada a largada para a campanha do Dia C do Cooperativismo 2018. A CTES esteve presente no lançamento em Salvador, sendo representada pela contadora Maiana Morais , a assessora Luciana Flores e a presidente Elicarla Queiroz.

O presidente do sistema OCEB, o Sr. Cergio Tecchio abriu o evento que aconteceu no Hotel São Salvador, na cidade de Salvador-Ba, no dia 06 de abril de 2018. Cérgio destacou a importância das ações do Dia C, para ele mais cooperativas precisam estar envolvidas nesta mobilização para que o alcance seja maior.  Relatou também exemplos de muitas ações já realizadas por Cooperativas da Bahia.

Na oportunidade, Luciana Silva Castro, educadora socioambiental e representante da Companhia da Cultura de São Paulo, destacou a importância da Agenda 2030, e o seu o conjunto de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Agenda essa que foi pensada e criada pela ONU de Nova York, em setembro de 2015, onde decidiram um plano de ação para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem a paz e a prosperidade.

Para Luciana é importante que os representantes de cooperativas possam se engajar ainda mais nos projetos dentro do cooperativismo, com isso, realizou dinâmicas para fixar o conceito de responsabilidade social. “O poder de transformação social do Dia C é muito grande e as cooperativas precisam entender isso. Na dinâmica, eles puderam desenvolver, através de temas, objetivos gerais e específicos, possíveis ações e projetos que impactem na sociedade em que estão inseridos”, disse.

No evento também foi apresentando o Movimento “Somos Coop” que levanta a bandeira do cooperativismo no Brasil, tendo como principal objetivo conectar cooperativas, cooperados e integrantes do Sistema OCB – Organização das Cooperativas Brasileiras, em busca de tornar o cooperativismo conhecido e reconhecido na sociedade.

A Agenda 2030 e os ODS afirmam que para pôr o mundo em um caminho sustentável é urgentemente necessário tomar medidas ousadas e transformadoras. Os ODS constituem uma ambiciosa lista de tarefas para todas as pessoas, em todas as partes, a serem cumpridas até 2030. Se cumprirmos suas metas, seremos a primeira geração a erradicar a pobreza extrema e iremos poupar as gerações futuras dos piores efeitos adversos da mudança do clima.

Durante a explanação, Luciana reforçou a importância de se desenvolver ações sociais, fortalecendo assim o conceito do cooperativismo que é a união e a preocupação com o outro, buscando o bem coletivo.

 

Por ASCOM CTES
Informações: SESCOOP

 

Deixe uma resposta