Como contratar uma cooperativa de trabalho?

Afinal, o que faz uma cooperativa de trabalho?

Terceirizar determinados setores de uma empresa pode trazer uma série de benefícios, como a redução de custos trabalhistas e o treinamento e acompanhamento de colaboradores realizado pela contratada.

Nesse sentido, é possível contar com os serviços das cooperativas de trabalho. Com essa forma de contratação, o funcionário cooperado não possui vínculos empregatícios com a empresa contratante, a qual fica livre de encargos que devem ser pagos aos colaboradores em regime CLT. Com esse modelo, a empresa paga um valor fixo para a cooperativa, a qual repassa para os sócios cooperados.

 

Como contratar uma cooperativa de trabalho de forma assertiva?

Como dissemos, contratar uma cooperativa de trabalho pode trazer diversas vantagens, porém é necessário ter alguns cuidados de forma a verificar a seriedade da entidade.

Afinal de contas, disso vai depender a atuação de bons profissionais, o cumprimento do que é proposto e, consequentemente, o sucesso do processo. Veja agora algumas dicas:

 

Adesão voluntária e livre

Em uma cooperativa de trabalho a participação de qualquer pessoa que esteja preparada para utilizar os serviços e assumir responsabilidades deve ser aberta e voluntária. O voluntariado, nesse caso, diz respeito tanto a não proibição da entrada daqueles que preenchem os requisitos e nem a sua saída quando for conveniente.

 

Documentações

É importante verificar se a cooperativa possui ata de constituição e estatuto registrados na Junta Comercial de sua região. Além disso, pesquise se a entidade está ligada à Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) e se tem CNPJ registrado na Receita Federal.

 

Formação da diretoria

Busque saber quem são os administradores e cooperados que fazem parte da diretoria, os consultores que prestam serviços às empresas e o histórico de atuação da cooperativa de trabalho. Outro quesito importante é verificar se a entidade possui escritório ou sede fixa, de forma a resolver possíveis problemas de forma facilitada.

 

Participação econômica de todos os membros

Os membros de uma cooperativa são vistos como sócios, os quais devem fazer parte das receitas que sobram após o pagamento das despesas. Porém, em alguns casos, o que acontece é um agenciamento de empregados para o trabalho.

Esses, por sua vez, não possuem nenhum direito e ainda precisam pagar uma taxa de administração pela intermediação da entidade. Portanto, ao pensar em contratar uma cooperativa, analise se não está “comprando gato por lebre”.

 

Capacitação e educação

Uma outra obrigação das cooperativas trabalhistas é investir na educação e formação de seus profissionais, capacitando-os para o trabalho a ser desenvolvido dentro das empresas contratantes. Dessa forma, questione sobre os treinamentos e capacitações que são oferecidas.

 

Pagamentos e encargos

Outro ponto muito importante ao contratar uma cooperativa de trabalho é verificar se essa realmente está realizando o pagamento de salários e encargos aos profissionais, para que a empresa não venha a sofrer processos trabalhistas no futuro.

 

Deixe uma resposta